terça-feira, 31 de março de 2015

Minha identidade é Cristo

Em tempos onde as lutas e provações são maiores que os pensamentos de paz do meu Pai Celeste; onde o medo quer a todo tempo invadir meu coração dizendo que "não vai dar!"; quando meus olhos tentam olhar mais a tempestade do que o próprio Deus... Nesse momento a infinita e imutável graça do Senhor Jesus se renova a mim e me encoraja dizendo: "estou contigo não há o que temer!" 

Aaaah como amo meu Pai Celestial!

E oro pra que Ele continue a trabalhar em mim a confiança e esperança nEle. 


Larissa Pereira 

sexta-feira, 13 de março de 2015

Vestes de alegria em vez de pranto

 

Boa tarde pessoas tão queridas que acompanham meu blog!
 
Há poucos minutos fui imensamente abençoada e encorajada através desse texto que está no site da Igreja Batista da Lagoinha e gostaria de compartilhá-lo com vocês!
 
Que CADA UM que lê esse texto seja tão encorajado quanto eu.
 
Beijos,
 
Larissa Pereira
 
                                  ************************************************
 
 
Foto: Internet
Foto: Internet

"A vida é o percurso que fazemos do berço à sepultura. Nessa jornada escalamos montanhas altaneiras, descemos a vales profundos, atravessamos pinguelas estreitas sobre pântanos perigosos e cruzamos desertos tórridos. Aqui e ali encontramos alguns oásis, alguns jardins engrinaldados de flores, alguns prados verdejantes. Porém, vivemos num mundo hostil, marcado pelo pecado e pela rebelião contra Deus. Não estamos em casa. Aqui não é o nosso lar permanente. Somos peregrinos. Mesmo quando celebramos nossas vitórias, temperamos nossas alegrias com lágrimas amargas que rolam pelo nosso rosto.
Ah, a vida, de fato, não é indolor! Enquanto caminhamos rumo ao lar, enfrentamos ameaças que vêm de fora e pressões que brotam de dentro. Somos acuados por muitos inimigos e ameaçados por muitos perigos. Nessas horas, sentimo-nos tristes, abatidos, achatados debaixo do rolo compressor da angústia. As lágrimas quentes molham nosso rosto e inundam nossa alma. Um manto cheio de cinza nos cobre da cabeça aos pés. Morre em nossos lábios os vivas de júbilos. Nossos recursos acabam e nossas forças entram em colapso.
Mas é exatamente quando nos sentimos totalmente desprovidos de forças, que Deus irrompe em nossa história e faz uma poderosa mudança. Ele converte nosso pranto em folguedo. Ele arranca o nosso saco de cinza e nos cinge com vestes de alegria. Ele tira os nossos pés de um tremedal de lama e nos coloca sobre uma rocha firme. Ele afasta de nossos lábios os gemidos pungentes e enche nossa boca de alegres cânticos. Deus levanta nosso espírito abatido e nos inspira a cantar louvores até mesmo nas noites mais escuras da alma. Essa mudança não procede da meditação transcendental, mas vem daquele que é transcendente, o Deus Todo-poderoso. Essa mudança não é operada pelo homem, mas vem do próprio Deus. Não procede da terra, mas desce do céu. Não vem da psicologia de autoajuda, mas emana da ajuda do alto.
O salmista nos mostra essa gloriosa mudança operada por Deus em sua vida: “Converteste o meu pranto em folguedos; tiraste o meu pano de saco e me cingiste de alegria, para que o meu espírito te cante louvores e não se cale…” (Sl 30.11,12). Talvez, hoje sua alma está abatida. Talvez suas noites têm sido tenebrosas. Talvez suas lágrimas têm sido o seu alimento. Não desanime. Não entregue os pontos. Não jogue a toalha. Deus pode irromper em sua vida, dar um sinal de seu favor à sua família, manifestar a sua glória dentro de sua casa e transformar, também, seu choro em alegria, seu espírito angustiado em cânticos de louvor. Lembre-se: o choro pode durar uma noite inteira, mas a alegria vem pela manhã, pois aquele que um dia enxugará dos nossos olhos toda a lágrima, por antecipação, já nos dá sinais de seu consolo aqui e já nos mostra vislumbres de sua glória!"

::Hernandes Dias Lopes

quinta-feira, 12 de março de 2015

G R A T I D Ã O

Aaaaah como tenho tanto a agradecer!

A graça e misericórdia do Senhor tem se renovado sobre minha vida a cada manha e é incrível perceber esse cuidado. 

Vejo que esse cuidado tem se manifestado diariamente mas, quando a coisa aperta, o meu coração fica mais sensível a isso de uma forma que me constrange do tanto que é intenso e imenso. 

Sou muito grata por nessas ultimas semanas eu está experimentando da presença dEle de uma maneira incrível e onde também tenho tido lapidado a minha confiança e dependência nEle. 

Não tenho dúvidas de que esse é apenas o começo do que Ele fará. 

Ele é muito bom!

E eu, infimamente grata!

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Dedicados a vida simples ��


Boa tarde galera linda que me acompanha aqui no blog!

Bem, como vocês sabem, sou daqui de Teresina-Piauí e nessa ultima semana tivemos um dos feriados mais famosos do nosso país: Carnaval. 

E não diferente dos outros anos (na verdade, desde 2013 tenho viajado nesse período então não conta!) fui para o retiro espiritual da nossa igreja ��

O tema abordado nesses dias foi "Dedicados a vida simples" onde vimos que uma vida com Cristo é muito mais simples do que muitos mostram por aí, além de que serví-Lo e amá-Lo meio que depende da nossa compreensão em que Ele muito nos ama.

O grupo que foi ao retiro não foi tão grande assim nesse ano, mas o mover de Deus foi poderoso e louvo a Ele por ter tido a oportunidade de ir. 

Abaixo segue algumas fotos que tirei por lá: 







Deus é infinitamente bom!
E o privilégio de poder conhecer mais dEle me fascina a cada dia!

E você? Como passou o feriado?

Comenta aí ��

Fica na paz! Ótimo fim de semana ��
Larissa Pereira 

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

"O que Jesus faz enquanto você rema contra o vento?"

B O M    D I I I A!

Gosto muito de visitar sites de notícias toda manhã e verificar quais as "news" e também visitar sites que trazem reflexões ou devocionais.

Um site que visito sempre e me abençoa bastante é o site da Igreja Batista da Lagoinha. Eles tem muitas reflexões bacanas e a que eu gostaria de compartilhar com vocês essa semana tem muito a ver com o momento que tenho vivido agora.

As circunstâncias da vida nem sempre são calmas e brandas.

Muitas vezes é uma tempestade mais forte do que a outra. E, ao invés de buscarmos a paz de Deus, tentamos remar mais e mais forte contra a maré por nós mesmos.

Aaah e como sofremos!

Sofremos por não dependermos completamente de Deus.
Sofremos por tentar resolvermos do nosso jeito ao inves de entregar tudo ao Pai.
Sofremos por ser mais fácil se preocupar e se desesperar do que dar o controle a Deus.

Mas, o melhor é saber que nosso Pai nos espera pra aliviar o fardo pesado e nos dar um novo rumo.

Sejam abençoados através desta reflexão.
Deus os abençõe!

                                                                           *  *  *  *  *

"Você já se viu numa situação em que se percebe pedalando, pedalando, sem contudo sair do lugar? Parado na vida. Não parado no sentido literal porque, afinal, você não pode parar de remar e está cansado. Parado porque não avança e todo o esforço que você faz parece ser em vão.

bicicleta
Foto: internet

Acho que é nesta situação que os discípulos de Jesus se encontravam naquele dia que, logo depois do milagre da multiplicação dos pães e peixes, Jesus os obriga a atravessar o mar, enquanto ele sobe a um monte para finalmente ficar só.
 
“Os que comeram foram cinco mil homens. Logo em seguida, Jesus insistiu com os discípulos para que entrassem no barco e fossem adiante dele para Betsaida, enquanto ele despedia a multidão. Tendo-a despedido, subiu a um monte para orar. Ao anoitecer, o barco estava no meio do mar, e Jesus se achava sozinho em terra. Ele viu os discípulos remando com dificuldade, porque o vento soprava contra eles. Alta madrugada, Jesus dirigiu-se a eles, andando sobre o mar; e estava já a ponto de passar por eles.” (Mc 6.44-48).
 
Na verdade, se você ler cuidadosamente os relatos anteriores a esta passagem, verá que este é o fim de um dia muitíssimo cansativo que tinha começado com um convite para um retiro espiritual. Jesus tinha chamado seus discípulos para ir para um lugar deserto como uma forma de se recuperarem da tarefa árdua de conduzir multidões. Eles não tinham tempo para nada, nem para comer.
 
“Ele lhes disse: Vinde a um lugar solitário, à parte, e descansai um pouco. Pois eram muitos os que vinham e iam, e nem tinham tempo para comer. Então foram sós na barca a um lugar deserto” (Mc 6.31-32).
 
Só que ao chegar do outro lado, deram de cara com uma grande multidão e passaram o dia inteiro atendendo às necessidades de todos. A situação chegou a um ponto crítico quando perceberam que as pessoas não tinham o que comer e corriam perigo. Então Jesus multiplicou os cinco pães e dois peixes, alimentando 5.000 homens, além de mulheres e crianças, e mandou todo mundo de volta para casa.
 
Ao ler este relato, tentei me imaginar na pele dos discípulos. Confesso que quando fico cansada, meu humor não é dos melhores. Ali, no meio do mar, alta madrugada, remando contra o vento, eu estaria furiosa com Jesus. Afinal Ele tinha insistido para que os discípulos atravessassem com a barca num horário impróprio, enquanto Ele mesmo se ausentara.
 
Às vezes eu sinto esta frustração. Vejo-me numa enrascada, olho para trás e percebo que estou aqui, remando contra o vento, parada no mesmo lugar e exausta, porque Jesus me colocou nesta situação. Eu obedeci e olha no que deu!
 
E é neste estado que eu me esqueço de tudo. Todas as minhas experiências com Ele. Eu deixo de perceber sua graça e profunda compaixão, os milagres que fez ao meu redor. Marcos nos relata que os discípulos “não haviam compreendido o milagre dos pães, ao contrário o seu coração estava endurecido” (Mc 6.52).
 
No meu estado de profunda exaustão e birra, eu nem o reconheço quando Ele se aproxima de mim e em vez de o receber com alívio, fico apavorada. Mas a única forma de sair deste estado é deixar que Cristo entre no meu barco, acalme a tempestade e me ajude a remar com calma de volta à terra firme.
 
::Elsie Gilbert – Ultimato"

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

:: Thanksgiving - part 1 ::

Good morning y'all!
 
So good to be in the last month of 2014 and realize how blessed I was in this almost past year.
Today I want to start a few posts about thanksgiving and, for my first post, I want to share with you how thankful I am for my Heavenly Father!
 
* Thankful for my Father
 
If there's something I'm fascinate about is the nature, skies to be more specific.
I mean, seriously, it's impossible for me to do not fall in love with the sun, the sky, a sunset or a sunrise. I mean, I LOVE IT!!!!!
 
On my last trip I could tell how incredible it is when it's raining.
Here we see the gray clouds dominating the skies while up there you see the gray clouds but what predominate is the blue sky. I N S A N E!
 
Another thing I noticed it was in my last trip as well.
It was so foggy when we took off but, the minute we were up there, no more foggy sky but a beautiful and huge moon with the beautiful stars lighting up the skies.
 
While I saw that beauty I thought: "God, only You to make this to happen! and I'm so thankful You allow me to see all this!"
 
He created everything (Genesis chapter 1 describes it well) for His children (us) and it's sad that many of us don't even stop for a few seconds to realize how beautiful the skies are today... still, He's given us this gift EVERYDAY and I challenge you today, wherever you are, to stop now and take a look on the nature around you. Yes, that's all for you!
 
 
My prayer is that through all the nature beauties around us, our hearts be thankful for our Creater and for His great and infinite love for us.
 
Oh and I'd love to read your comment here telling how you appreciate the nature around you :)
 
Wish you a blessed and thankful week!
Much love,
 
Larissa Pereira

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Generosity is the new black by Esther Houston


New weeks started well.

I follow a blog that has inspered me so much and helps me a whole lot, it's Esther Houston blog.
She's such an simple/elegante/lovely woman and her blog has a mix of the best a woman can be/have.

Today I share with you her new post on the category on her bog called "Soul food" and I hope you like it as much as I love it!

Enjoy it!

 
"So many movies and TV shows focus on bad boys, mean girls and people who step all over others to get what they want. But in reality, I believe those days should be over. The truth is, people want to be around those who are positive, happy and generous. Kindness, loyalty and thoughtfulness are attractive qualities, which shine in the midst of darkness.
It may seem like a contradiction, but giving is much more satisfying than receiving. Seeing the surprised and touched reaction on a person's face actually makes your day just as much as your act of kindness made theirs. I think we need to always remember that people all around us are fighting battles behind their mask of "everything is fine." We often have no idea what people are going through behind closed doors. And a simple smile, a word of encouragement, a little gift or a cup of coffee can really make a positive difference in a person's life.
Each day gives us the opportunity to lay down our own selfishness and put someone else first. I want to be a woman who reaches out my hand to those around me. Together, let's be women who make generosity fashionable."
 
 
 
Larissa Pereira